Arquivo da tag: 3ª Semana Acadêmica FACHA

Música e roda de conversa “Relacionamento com o Governo” fecham o segundo dia da 3ª Semana Acadêmica

Ontem, assim como em edições anteriores, aconteceu a “Aula Show: O Som e a Fúria” – A música pop conta a história do século  XXI, com a participação dos professores Gabriel Gutierrez, Gabriel Neiva e o nosso querido professor do curso de Relações Públicas, Ricardo Benevides, que encantaram o público trazendo um pouco da história, utilizando  letras e acordes de grandes clássicos da música Pop nacional e internacional. Como se não bastasse o brilho dos professores, a sala foi decorada com diversas luzes que foram um encanto a mais para os presentes. A sala 26 ficou pequena para tanto talento.

Após a Aula Show, aconteceu a Roda de Conversa “Os desafios do Relacionamento com o governo” Se já é complicado nos relacionarmos na nossa vida e nossos empregos, imagina em uma empresa pública no âmbito federal? Por conviver com essa tarefa desafiadora, a Ouvidora Pública Cinara Santos foi convidada a compartilhar com os alunos sua experiência na área.

Formada em jornalismo, Cinara Santos é ouvidora da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) há 10 anos e pode ver de perto as transformações que as políticas voltadas ao acesso da informação e combate a corrupção dentro das empresas públicas gerou. Cinara destacou o desempenho elevado dos estagiários do curso de Relações Públicas na Ouvidoria da CPRM. Hoje sua equipe conta com duas estagiárias alunas da FACHA: Maria Beatriz Prieto e Giovanna Saramago.

Em um projeto realizado no ano passado, eu mesmo pude participar da pesquisa de satisfação da CPRM, e trabalhei junto com a Cinara. Foi uma experiência incrível e gratificante, de muito aprendizado, o que mostra que o Primeiro Setor pode ser uma grande oportunidade para nós da comunicação.

(Tibério Julio)

Oficina em Mensuração de Resultados para projetos culturais foi uma das atrações da 3ª Semana Acadêmica

No primeiro dia da 3ª Semana Acadêmica da FACHA, Paula Brandão, formada em Produção Cultural pela UFF e em Relações Públicas pela UERJ e Sócia-Diretora da empresa Baluarte Cultura, dividiu um pouco do seu conhecimento e experiência na mensuração de resultados para projetos culturais.

Na oficina, Paula Brandão ensinou o conceito do “Golden Circle”, de Simon Sinek, que pode ser aplicado para definir o conceito de tudo, respondendo três questões “Why? How? What?”. Após exemplificar com projetos da própria Baluarte Cultura, Paula desafiou os alunos a pensarem em seus próprios projetos. Nesse mesmo processo de aliar a teoria e a prática, foram apresentados os conceitos de “Mapa de Públicos”, “Teoria da Mudança” e “Matriz de Lógica de Resultados”.

No final, como era de se esperar, houve uma pesquisa para mensurar o quanto os participantes gostaram da oficina. No que pude apurar, o sentimento mais comentado foi ” quero mais!”

(Tibério Julio)

“Competências e habilidades para trabalhar com Comunicação” é tema do 2º Painel da Semana Acadêmica FACHA

Na tarde de 8 de outubro, o evento “Competências e Habilidades para Trabalho com Comunicação” trouxe uma novidade: a palestrante Adriana Baggio, com grande experiência em comunicação empresarial, e a cantora e aluna da FACHA, Kynnie Williams, que falou sobre a luta diária em ser mulher, negra e LGBT em nossa sociedade. Após emocionar a platéia, Kynnie apresentou duas músicas relacionadas ao tema em debate. Como mediador do painel, professor Anderson Ortiz, coordenador do curso de Relações Públicas.

Adriana Baggio, formada em jornalismo pela Faculdade Cásper Libero (SP), começou relatando sua primeira oportunidade de fazer uma matéria: a morte de Tancredo Neves. Além disso, Adriana contou a experiência na inauguração da Delegacia da Mulher, quando ela conheceu a dona de um bordel, que tinha sido agredida e estuprada no dia anterior, e que foi o primeiro caso da Delegacia. Depois de trabalhar em veículos de comunicação, a jornalista falou sobre sua experiência profissional na agência Publicom, onde trabalhou dezenove anos e meio e onde gerenciou a comunicação de quatro shoppings completamente distintos um do outro. Em uma ocasião, Adriana precisou contatar a “Mãe Diná” para esclarecer um boato de que um desses shoppings iria cair (havia rumores de que Mãe Diná havia previsto esse acontecimento).

No fim da palestra, a assessora, que já passou por situações delicadas durante sua trajetória profissional, deu dicas importantes para os novos profissionais da área de comunicação: falar bem, escrever bem, ouvir bem, conhecer os veículos e saber perguntar. Afirmou ainda que a principal função do comunicador é construir relacionamento, já que ele é o porta voz da empresa, “os olhos do cliente”.

(Alessandra Morais, Daniel Moreira e Susana Alves)