O blog do curso de Relações Públicas da FACHA

Estamos reativando nosso blog! Um blog para alunos de Relações Públicas?  Um canal de comunicação de qualidade para informar sobre a dinâmica real dessa profissão? Confira aqui o diferencial dessa ferramenta e veja como ela será interessante para você, acadêmico de relações públicas, e também você, aluno em geral, que está curioso para saber: afinal o que faz um RP!?

Conversamos com Anderson Ortiz, coordenador do curso de RP na Facha, que nos contou sobre as ideias e expectativas dos docentes para esse blog. Segundo o professor, a Casa das Relações Públicas (como denominamos a FACHA, única instituição de ensino privada a oferecer o curso de RP na cidade e Nota 4 pela avaliação do MEC (de 1 a 5) pensou três objetivos essenciais para essa ferramenta de comunicação.

Primeiramente através do blog, os professores pensam em conversar com os alunos sobre experiências reais de profissionais que atuam nas mais diversas áreas  no campo das Relações Públicas. Sem prejuízo da excelente comunicação institucional feita pela Facha, o coordenador aponta que existe uma necessidade de um espaço próprio que fale das diversas realizações que o curso já alcançou, bem como um espaço de discussão de alguns temas com enfoque crítico.

Um segundo ponto remete a uma efervescência profissional comprovada entre nossos alunos do curso, que ocupam diversas posições interessantes. “Temos estudantes nas Nações Unidas, na Coca Cola, em varias áreas do terceiro setor e em grandes agências. Assim, gostaríamos e achamos muito simpático que esses alunos compartilhem suas estórias, fazendo com que suas personalidades e suas competências reverberem em canais institucionais”.

Por fim, é muito importante que exista um canal como esse, já que atualmente existe uma demanda pela a institucionalização da comunicação em tempos de uma “implosão do polo emissor.”  No passado,  existiam poucos canais de mídia divulgando informações e as pessoas percebiam claramente um “trato editorial” naquilo que liam. Ao contrario dos tempos atuais, com o advento da internet, todos agora se tornaram potenciais  emissores de mensagem. Assim, iniciativas como esse blog fornecem aos leitores uma garantia de curadoria de boas informações na área de Relações Públicas. Ele supre uma demanda por canais com informação de qualidade, sem perder o caráter agradável e com objetivo das trocas de experiências de estudantes e professores do universo da Facha. Segundo Ortiz, “esse será um canal interessante para gente falar para valer, agora é a vera!”.

(Texto: Denise Silveira e Tibério Julio)

 

 

Alunos de Relações Públicas participam da V Jornada de TCC e Iniciação Científica da FACHA

No dia 15 de maio, a Facha realizou sua V Jornada de TCC e Iniciação Científica, com a  apresentação dos melhores trabalhos realizados. O objetivo deste evento é divulgar e valorizar a pesquisa científica e os melhores trabalhos de conclusão dos alunos de graduação e premiá-los com bolsas em curso de extensão ou pós-graduação na Facha.

Na edição 2018, os temas apresentados pelos alunos de Relações Públicas em iniciação científica foram diversos:  Elisa Wauters Costa-Laux, do terceiro período,  estuda comunicação e informação de saúde. Ela apresentou um bem elaborado quadro comparativo entre os casos francês e brasileiro na comunicação sobre aborto. Destaque também para Juliana Rodrigues, cujo tema visa discutir a importância de se construir políticas de comunicação coerentes com as crenças da empresa, respeitando suas particularidades e entendendo a prática de comunicação como de médio e longo prazo. Fechando os projetos de Iniciação Científica, Maria Luiza Ceciliano abordou a representatividade feminina da zona portuária do Rio de Janeiro.

Além dessas participações e de muitas outras, houve também já formandos em RP que  apresentaram seus TCCs nota 10.  Nina Isidoro observou o modo como a androginia se comunicou no decorrer dos séculos através da moda e do visagismo: “a androginia não é meramente um parecer. Associada ao artifício, ela se manifesta como ferramenta de desconstrução dos signos instituídos arbitrariamente como femininos e masculinos.” Já Luiza Benazzi discutiu a comunicação com voluntários, com o estudo de caso AIESEC-RJ, a  maior organização de voluntários do mundo. Para Luiza, a comunicação é importante para toda instituição quando integra os voluntários como parte importante e essencial do corpo de colaboradores, na doação de seu trabalho, tempo e talentos. Finalizando a apresentação dos RPs já formados, Danielis Heringer articulou as funções da produção executiva de rock na perspectiva das relações públicas. Em seu trabalho, há entrevistas com alguns dos melhores profissionais da área de cultura e eventos, como Leo Feijó, subsecretário-adjunto de cultura na Secretaria de Estado de Cultura do RJ, Eliana Santa Rita, diretora de projetos da DreamFactory, dentre outros profissionais, como Monique Ferreira e Nathalia Massa.

Que venha a VI Jornada de Trabalho de Conclusão de Curso e Iniciação Científica 2019!

(Matheus Viela)