Clara Cadena, aluna de Relações Públicas da FACHA, conquista 2º lugar do Prêmio Universitário Aberje

No dia 09 de novembro de 2018, a equipe formada por Clara Ribas Cadena, graduada em publicidade e propaganda e aluna do curso de relações públicas da FACHA, Gabrielle Siqueira e Carolina Ernst, respectivamente alunas de Jornalismo da FACHA e da PUC-Rio, conquistaram o 2º lugar no Prêmio Universitário Aberje (PUA) que, neste ano, teve como desafio um hackaton de comunicação empresarial para a Bayer.

Nesta edição, cerca de 100 universitários em 40 equipes do Brasil  tiveram que pensar a comunicação para um agronegócio sustentável, que consistia na desmitificação do agronegócio e alimentos orgânicos e em como comunicar para os públicos e as comunidades de uma maneira geral sua importância para a manutenção da sociedade.

Em entrevista ao nosso blog, Clara Cadena esclareceu que o maior desafio da comunicação é a distância dos stakeholders, quer dizer do campo, processo de produção até o consumidor final, além do alto custo da produção e transporte de alimentos orgânicos. Por isso, a solução proposta foi a desmitificação do agronegócio de alimentos orgânicos por meio de uma campanha em duas fases, que englobasse publicidade e relacionamento com apelo emocional e informativo.

Campanha – Na primeira fase, emocional e informativa, uma peça para televisão, denominada “Time Agro”, com cinco personagens: um pesquisador, um fazendeiro, uma empresa de distribuição, empresas parceiras (indústria alimentícia, indústria têxtil, hotelaria, entre outras) e o consumidor final. Cada personagem conta a história do seu ambiente de trabalho, mostrando a cadeia de etapas, desde a fazenda até o produto final, comprado pelo consumidor no supermercado (afinal, o consumidor precisa se sentir incluído no processo).  Na segunda fase, aproximativa e com pegada descontraída, seria veiculada, em programas segmentados de entretenimento, culinária, esporte (…),  que parte da venda dos produtos seria revertida para instituições do terceiro setor, ligadas ao combate da fome no Brasil, mostrando que o consumidor final, ao realizar a compra, pode ajudar as pessoas que não tem poder aquisitivo. Como plano de comunicação interna e campanha de relacionamento, Clara, Gabrielle e Carolina planejaram lançar uma parceria com o RH da Bayer para pensar e indicar possíveis colaboradores que poderiam se interessar em aparecer na campanha veiculada em mídia nacional.

Com este projeto, Clara Cadena, Gabrielle Siqueira e Carolina Ernst conseguiram lugar de destaque no Prêmio Universitário Aberje! Parabéns, que venham os próximos desafios, meninas!

(Jordan Drumond)

Eventos no Rio de Janeiro comemoram 100 anos da 1ª Guerra Mundial

11 de novembro 1918. Para muitos europeus, essa data é uma das mais importantes para sua história pessoal ou de seu país (afinal, foram aproximadamente 18 milhões de vítimas, sendo 10 milhões fatais). Naquele dia, há cem anos, foi assinado o cessar-fogo da Primeira Guerra Mundial entre os Aliados e os Alemães em Compiègnes na França. Por isso, neste domingo, acontecerão vários eventos para relembrar a assinatura deste documento, um resgate da memória dos países envolvidos.

Curiosidade: o Brasil também participou desse confronto, quando a Alemanha torpedou navios de comércios brasileiros, levando então o Presidente da República Vanceslau Brás a vinte oficiais para a Frente Ocidental em 1918. Para marcar este centenário, vários eventos acontecem no mês de novembro no Rio de Janeiro, como:

  • 10/11 e 11/11 – uma programação cultural no Pier e na praça Mauá, como passeios marítimos na ilha Fiscal e Baía de Guanabara a bordo de um navio da Primeira Guerra Mundial, com uma exposição sobre o Armistício. O público também terá a oportunidade em conhecer a Fragata «União» e um blindado do Corpo de Fuzileiros Navais.
  • 11/11 – a Igreja Anglicana Christ Church, em Botafogo, tem atividades a partir das 10h30.
  • 13/11 – a CineMaison Rio exibe dois filmes sobre a Primeira Guerra Mundial.
  • Até 22/11 – o Istituto Italiano di Cultura apresenta uma mostra de cartões postais sobre o Centenário.

(Elisa Wauters Costa-Laux)

Menos30Fest – “Como se faz um futuro?”

Galera de Comunicação, principalmente para quem está em São Paulo, a 5ª edição do Menos30 Fest acontece amanhã (10/11), de 9h às 20h na Unibes Cultural, em São Paulo. Será um dia com palestras, oficinas, debates, mentorias e experimentações sobre assuntos relacionados ao empreendedorismo, com temas que estão em alta, como inteligência artificial, como criar uma marca, jornada do consumidor, propósito da marca e construção de produtos digitais. Na parte cultural, haverá intervenções artísticas, muita música e gastronomia

A organizadora do festival afirma que o objetivo principal é explorar as múltiplas possibilidades trazidas pela 4ª revolução, a revolução tecnológica, que transformará a forma como trabalhamos, produzimos conhecimento e nos relacionamos.  Ah! Mas programe-se para chegar cedo. A entrada é gratuita, mas as atividades estão sujeitas à lotação.

(Alessandra Rezende, Daniel Moreira e Susana Alves)